Entre com seu e-mail e receba novidades do blog

sexta-feira, 11 de março de 2011

HAARP...seria verdade? Parte 2


Um assunto que esta passando na TV atualmente é o terremoto seguido pelo tsunami no Japão. Seria a HAARP em ação? Vamos entender melhor sobre ela.

Do que se trata?
_________________________________________________________

Em 1993, começou a funcionar no Alasca (Estados Unidos) o HAARP, um projeto de estudos sobre a ionosfera terrestre. O HAARP, que significa “Programa de Investigação de Aurora Ativa de Alta Frequência”, visa a compreender melhor o funcionamento das transmissões de ondas de rádio na faixa da ionosfera, parte superior da atmosfera. 

Como funciona?
__________________________________________________

Para realizar estes estudos, as antenas de alta frequência do HAARP enviam ondas para a ionosfera visando a aquecê-la. Assim são estudados os efeitos das mais diversas interações de temperaturas e condições de pressão.

E porquê no Alaska?
________________________________________________________


A criação das instalações foi possível graças a uma parceria entre a Força Aérea Americana, A Marinha dos Estados Unidos e também da Universidade do Alasca. Esta última foi escolhida a dedo, graças à localização: a ionosfera sobre o Alasca é pouco estável, o que garante uma maior gama de condições para os estudos.

Outro fator que pendeu para que os pesquisadores escolhessem o Alasca é a ausência de grandes cidades nas proximidades. Assim, não há ruídos na captura de imagens e sinais, pois os sensores ficam localizados ao alto de algumas montanhas.  Também há informações de que este local sofreria o menor impacto ambiental entre as áreas candidatas a receber o HAARP.

Conspirando
_________________________________________________________

Assim como boa parte de tudo o que é produzido sob tutela de alguma das forças armadas norte-americanas, o HAARP também gera uma série de desconfianças por parte das mentes mais conspiratórias. Ameaça global ou apenas melhorias nas tecnologias de comunicação? E nem todas estas teorias surgem de movimentos independentes. A prova disso aconteceu em 2002, quando o parlamento russo apresentou ao então presidente Vladimir Putin documentos que afirmavam veementemente que os Estados Unidos estariam produzindo um novo aparelho, capaz de interferir em todo o planeta, a partir de pontos isolados. O relatório dizia que o HAARP seria uma nova transição na indústria bélica, que já passou pelas fases de armas brancas, armas de fogo, armas nucleares, armas biológicas e chegaria então ao patamar de armas geofísicas. Segundo estas teorias, seria possível controlar placas tectônicas, temperatura atmosférica e até mesmo o nível de radiação que passa pela camada de ozônio.

Todas estas possibilidades podem gerar uma série de problemas para as populações atingidas. Atingindo países inteiros, desastres naturais podem minar economias, dizimar concentrações populacionais e gerar instabilidade e insegurança em toda a Terra.

Haiti
________________________________________________________


Quais seriam os efeitos dos controles de frequência sobre as placas tectônicas? Segundo a imprensa venezuelana a resposta é: terremoto. O jornal “Vive” afirma que teve acesso a documentos que comprovam a utilização do HAARP para manipular a geofísica caribenha e ocasionar os terremotos do Haiti, que causaram a morte de mais de 100 mil pessoas.

Mapa dos terremotos no Haiti

Caso esteja se perguntando os motivos para a escolha de um país tão pobre, as teorias conspiratórias também possuem a resposta para esta pergunta. Os Estados Unidos precisavam de um local para testar o potencial de sua nova arma. Os testes oceânicos não davam informações suficientes e atacar os inimigos no oriente médio seria suicídio comercial.

Na parte 3 vamos entender o controle mental e finalizar. Fiquem todos na Paz.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

PARE!
Antes de postar um comentário leia as regras:

1-comentários contendo ofensas serão imediatamente excluídos.

2-o mesmo acontecerá com comentários que conterem links de assuntos não relacionados ao blog.

3-duvidas a respeito de qualquer assunto deverão ser encaminhadas ao twitter ou ao formspring do blog.

4-insultos a outros leitores também não serão permitidos.

5-e comentários que discordem do conteúdo aqui publicado também serão excluídos, pois como já explicado este blog é de origem cristã e pode não estar de acordo com suas crenças.

No demais lerei todos os comentários e farei o máximo para responder a todos, e lembre-se, estas regras são para fazer do blog um espaço mais agradável aos visitantes.

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...